Atendimento:  Seg‑Sex  09:00‑17:00   Sáb‑Dom 10:00‑15:00
WhatsApp:  (11) 9 6633-5500

Remoção de Vírus

PC Suporte > Remoção de Vírus

Malware inclui vírus, worms, cavalos de tróia, ransomware, spyware, adware e outros programas maliciosos. A partir de 2011, a maioria das ameaças de malware ativos foram worms ou cavalos de troia, em vez de vírus.  Malware é muitas vezes disfarçado, ou encaixado dentro de arquivos não maliciosos.

Spyware é outro malware encontrado, às vezes embutidos em programas fornecidos oficialmente pelas empresas, por exemplo, por download a partir de sites, que parece útil ou atraente, mas pode ter a funcionalidade de rastreamento adicional oculto, que reúne estatísticas de marketing. Também informam sobre hábitos dos usuários, e criam vulnerabilidades que foram exploradas por malwares relacionados.

O termo malware só se aplica a software que intencionalmente cause danos. Software que causa danos devido a erros ou má concepção não são classificados como malware, por exemplo, algum software legítimo escrito antes do ano 2000 teve erros que causaram avarias graves quando ocorreu a mudança do ano 1999-2000, esses programas não são considerados malware.

Softwares como antivírus, anti-malware, e firewalls são utilizados por usuários domésticos e organizações para tentarem se proteger contra ataques malwares. A partir de 2012, aproximadamente 60 a 70 por cento de todo o malware ativo é usado em algum tipo de fraude de cliques para rentabilizar sua atividade.

Diferença entre vírus e worms

Os tipos mais conhecidos de malware são os infecciosos, vírus e worms. Eles são conhecidos pela maneira como se espalham, em vez de quaisquer tipos específicos de comportamento. “Vírus” é usado para um programa que se encaixa em algum outro software executável (incluindo o próprio sistema operacional) no sistema de destino, sem o consentimento dos usuários e, quando executado, faz com que o vírus se espalhe para outros executáveis. Por outro lado, um worm é um programa malicioso independente que transmite-se ativamente através de uma rede para infectar outros computadores. Essas definições levam à constatação de que um vírus requer que o usuário execute um programa infectado ou sistema operacional para o vírus se espalhar, ao passo que um worm se espalha.

Vulnerabilidade ao malware:

  • Neste contexto, e por toda parte, o que é chamado de “sistema” sob ataque pode ser qualquer coisa de uma única aplicação, através de um computador ou sistema operacional completo, a uma grande rede
  • Vários fatores tornam um sistema mais vulnerável a malware
  • Defeitos de segurança em software

Malware explora falhas de segurança (bugs de segurança ou vulnerabilidades) na concepção do sistema operacional, em aplicações (como navegadores, por exemplo, versões mais antigas do Microsoft Internet Explorer suportados pelo Windows XP), ou em versões vulneráveis de plugins do navegador, como Adobe Flash Player, Acrobat ou Reader, ou Java.

Tipos de Malware

Principais tipos

Worm: Capaz de se propagar automaticamente através de redes, enviando cópias de si mesmo de computador para computador. Diferente do vírus, o worm não embute cópias de si mesmo em outros programas ou arquivos, e não necessita ser executado para se propagar. A sua propagação dá-se através da exploração de vulnerabilidades existentes ou falhas na configuração de softwares instalados em computadores.

Trojan (ou cavalo de troia): Passa-se por “presente” (cartões virtuais, álbum de fotos, protetor de tela, jogo, etc.) que, além de executar funções às quais foi aparentemente projetado, também executa outras funções, normalmente maliciosas e sem o conhecimento do usuário.

Keylogger: Captura e armazena as teclas digitadas pelo usuário no teclado do computador. Normalmente, a ativação é condicionada a uma ação prévia do usuário, por exemplo, após o acesso a um e-commerce ou Internet Banking, para captura de senhas bancárias ou números de cartões de crédito.

Spyware: Tem objetivo de monitorar atividades de um sistema e enviar as informações a terceiros. Podem ser usados de forma legítima, mas geralmente, são usados de forma dissimulada, não autorizada e maliciosa. (Espião).

Adware: Projetado para apresentar propagandas. É comum aparecerem na hora de instalar um programa.

Backdoor: Permite a um invasor retornar a um computador comprometido. Normalmente, este programa é colocado de forma a não ser notado, conhecido vulgarmente por “PORTA DOS FUNDOS”;

Etapas do Processo

  • Abertura da Ordem de Serviço.
  • Agendamento do Suporte.
  • Verificação de Suporte Remoto ou Presencial.
  • Aprovação do Serviço a ser executado.
  • Conclusão do serviço, avaliação do técnico.

number-1

Realização Backup

Será feito um backup de todos os seus arquivos como documentos, fotos, etc … e também um ponto de restauração.

number-2

Diagnóstico e Reparo

Utilizaremos algumas ferramentas profissionais para escanear seu sistema operacional.

number-3

Verificação de Remoção

Será aplicado diversos testes automatizados para detectar se ainda existe algum tipo de malware.

Ransomware é um tipo de código malicioso que torna inacessíveis os dados armazenados em um equipamento, geralmente usando criptografia, e que exige pagamento de resgate (ransom) para restabelecer o acesso ao usuário. O pagamento do resgate geralmente é feito via bitcoins.

Faça Orçamento On-Line Agora